Grupo Lufthansa bate novo recorde de eficiência no consumo de combustível

O consumo de combustível caiu 4,5% para 3,68 litros por passageiro/100 quilômetros


O Grupo Lufthansa bateu um novo recorde de eficiência no consumo de combustível. Em 2017, as aeronaves de passageiros precisaram em média de 3,68 litros de querosene para transportar um passageiro por 100 quilômetros. Em 2016, eram necessários 3,85 litros. Isso representa um ganho de 4,5%, comparando um ano em relação a outro. Como resultado, o Grupo Lufthansa superou a meta da indústria da aviação de obter ganhos anuais de eficiência de 1,5%. Todas as companhias aéreas que fazem parte do Grupo contribuíram para esta conquista.

"Este é um resultado muito bem vindo dos nossos contínuos programas de modernização da frota e eficiência. Para tornar nossas operações mais ecologicamente corretas possível, vamos continuar a investir em aeronaves econômicas, eficientes e silenciosas. Nós também queremos assumir um papel de liderança na nossa indústria no importante segmento da sustentabilidade”, disse Carsten Spohr, Chairman do Conselho Executivo e CEO da Deutsche Lufthansa AG, no prefácio do Relatório de Sustentabilidade "Balance", publicado na semana passada.
O Grupo Lufthansa trabalha continuamente e sistematicamente para aumentar a compatibilidade ambiental dos serviços oferecidos em todo mundo. Em 2017, o grupo de aviação encomendou 29 novas aeronaves, incluindo as altamente eficientes A350-900, A320neo e modelos Bombardier C Series. Ao todo, o Grupo Lufthansa atualmente tem pedidos de aproximadamente 190 aeronaves que devem ser entregues até 2025.

Além disso, os especialistas em eficiência de combustível implementaram um total de 34 projetos de economia de combustível em 2017, o que reduziu de maneira sustentável as emissões de CO2 em cerca de 64 mil toneladas. O total de querosene economizado foi de 25,5 milhões de litros, o que equivale ao montante consumido por 250 voos Munique-Nova York com o Airbus A350-900. O efeito financeiro positivo destas medidas chegou a 7,7 milhões de euros (9 milhões de dólares).

Com mais de 130 mil funcionários em todo o mundo, o Grupo Lufthansa é um dos maiores empregadores da europa e uma das empresas mais procuradas. Um time de colaboradores bem diversificado é um aspecto chave do sucesso da companhia, 147 nacionalidades estão representadas na empresa em todo mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário