LATAM lança Mega Promo de passagens para voos nacionais e internacionais

Companhia oferece tarifas a partir de R$ 91 (o trecho, com as taxas inclusas) para destinos nacionais, e a partir de R$ 820 (ida e volta, com as taxas inclusas) para os internacionais*


A LATAM Airlines Brasil deu início hoje (17/8), às 20h, a sua Mega Promo com ofertas para diversos destinos nacionais e internacionais. As tarifas especiais valem para voos em classe econômica programados entre setembro e novembro deste ano para viagens dentro do país, e de setembro a junho de 2019 para voos internacionais, de acordo com cada destino. Os preços promocionais, a partir de R$ 91 (o trecho, com as taxas inclusas) em voos domésticos estão em vigor até as 23h59 de domingo (19/8). Os valores especiais para destinos internacionais, a partir de R$ 820 (ida e volta, com as taxas inclusas), estarão disponíveis até as 23h59 de domingo (19/8).
 
É possível encontrar tarifas para destinos nacionais a partir de R$ 91 (o trecho, com as taxas inclusas) em voos de São Paulo/Congonhas para Bauru, e a partir de R$ 114 (o trecho, com as taxas inclusas) para voos de Belo Horizonte/Confins para Rio de Janeiro/Santos Dumont. De Brasília a Curitiba, há trechos a partir de R$ 130 (com as taxas inclusas). 
 
Há passagens com preços promocionais para destinos da América do Sul, com viagens de São Paulo/Guarulhos para Santiago (Chile) a partir de R$ 820 (ida e volta, com as taxas inclusas) e para Montevidéu (Uruguai) a partir de R$ 876 (ida e volta, com as taxas inclusas). Do Rio de Janeiro/Galeão para Buenos Aires (Argentina), há bilhetes a partir de R$ 940 (ida e volta, com as taxas inclusas).
 
Para destinos nos Estados Unidos, há tarifas especiais para Miami, com saídas de Fortaleza, a partir de R$ 1.386 (ida e volta, com as taxas inclusas), e de Fortaleza para Orlando a partir de R$ 1.650 (ida e volta, com as taxas inclusas). Voos para Boston, com saídas São Paulo/Guarulhos, a partir de R$ 2.580 (ida e volta, com as taxas inclusas).
Para Joanesburgo, na África do Sul, há tarifas a partir de R$ 1.507 (ida e volta, com as taxas inclusas), a partir de São Paulo/Guarulhos.
Nos destinos para a Europa, há bilhetes para Londres, a partir de R$ 3.432 (ida e volta, com as taxas inclusas) e para Roma, a partir de R$ 2.846 (ida e volta, com as taxas inclusas), com saídas de São Paulo/Guarulhos. 
 
Para a Oceania, a companhia oferece passagens a partir de R$ 4.243 (ida e volta, com as taxas inclusas) para Melbourne (Austrália), com saídas de São Paulo/Guarulhos.
 
As passagens aéreas nos voos nacionais e internacionais também estarão disponíveis para resgates promocionais, a partir de 3.500 pontos Multiplus (a incluir taxas, a partir de R$ 31,27) por trecho doméstico. Nos voos internacionais, os resgates promocionais serão a partir de 8.500 pontos Multiplus (a incluir taxas, a partir de R$ 109,74), por trecho. O resgate com pontos das passagens aéreas promocionais pode ser efetuado no próprio site da Multiplus (www.pontosmultiplus.com.br).
 
Os bilhetes aéreos em promoção podem ser adquiridos pelo site www.latam.com, lojas LATAM, LATAM Travel e agências de viagem. O valor pode ser parcelado em até 12 vezes em qualquer cartão de crédito aceito pela companhia.
 
Confira abaixo algumas ofertas:
 
 

*Válidos para voos operados pela LATAM Airlines Brasil (LATAM), em classe econômica, sujeitos à disponibilidade de assentos, regras e restrições específicas no perfil de cada tarifa. As ofertas são válidas para bilhetes emitidos entre 20h do dia 17/08/2018 e 23h59 do dia 19/08/2018. Para voos nacionais, a viagens podem ser realizadas entre setembro e outubro de 2018. Para voos internacionais, as viagens podem ser realizadas entre setembro e junho de 2019, de acordo com cada destino elegível.
 
Os valores não são válidos para viagens nacionais iniciadas ou encerradas nos dias 11/10/2018, 12/10/2018, 14/10/2018,15/10/2018, 1/11/2018, 2/11/2018, 4/11/2018, 5/11/2018, 14/11/2018, 15/11/2018, 19/11/2018, 21/11/2018, 22/11/2018, 25/11/2018 e 26/11/2018.
 
Para voos nacionais, o valor promocional será aplicado para viagens onde a data de volta for, pelo menos, dois dias depois da ida, sendo o retorno no mesmo aeroporto da chegada.
 
Os preços em dólar (US$) serão convertidos pelo câmbio do dia da compra e os preços divulgados em reais foram calculados pelo câmbio de R$ 3,72 de 06/08/2018, prevalecendo, contudo, o câmbio da data da compra.
 
Parcelamento em até 12 vezes, sendo até a 4ª parcela sem juros e a partir da 5ª parcela com juros, parcela mínima de R$ 35, válido para todos os cartões de crédito aceitos pela LATAM, de pessoa física e emitidos no Brasil, considerando exclusivamente o valor de tarifa anunciada, não sendo possível o parcelamento da taxa de embarque e de eventual adicional de emissão, condição válida apenas para compras no site LATAM. 
 
As informações integrais e detalhadas sobre as regras/restrições das tarifas anunciadas, alteração de datas, reembolso, remarcação, cancelamento, vigência da viagem, descontos para crianças e pontuação no Programa LATAM Fidelidade estão disponíveis para consulta no site www.latam.com, lojas LATAM, LATAM Travel e demais canais de vendas (exceto central telefônica de vendas, LATAM Fidelidade e serviços).

Aeroporto de Brasília recebe certificação ambiental por redução de emissão gases de efeito estufa em 2017

Terminal aéreo diminuiu emissão de CO2 após adotar fontes de energia renováveis.


O Aeroporto de Brasília reduziu em 1733 toneladas a emissão de dióxido de carbono (CO2) ao longo de 2017 após adotar fontes de energia renováveis. Esta diminuição equivale ao plantio de mais de 12 mil árvores em um projeto de reflorestamento. A quantificação foi realizada pela Comerc Energia e a consultoria de gerenciamento energético Sinerconsult, e coloca o terminal aeroportuário brasiliense como o único do país a deter esta certificação.

Desde o ano passado, o Aeroporto de Brasília deixou de adquirir energia elétrica do mercado regulado e passou a negociar diretamente no mercado livre. Neste setor, há maior variedade de fontes de energia, como de matriz eólica, solar ou mesmo pequenas centrais hidrelétricas e que geram menor impacto ambiental. Até agosto de 2018 foram substituídas mais de 10 mil lâmpadas fluorescentes pelo tipo LED, mais eficientes e sustentáveis que as anteriores. Com a adoção destas medidas de eficiência energética, o aeroporto também conseguiu uma economia de R$ 1 milhão na conta de energia.

Para Juan Djedjeian, diretor de operações da Inframerica, administradora do Aeroporto de Brasília, a certificação significa um retorno importante aos investimentos feitos na melhoria da sustentabilidade do Terminal aéreo. “Desde 2017 reduzimos ainda mais o impacto ambiental do Terminal. Passamos a consumir energia limpa, substituímos boa parte da iluminação por uma alternativa mais sustentável e pretendemos seguir com a melhoria da sustentabilidade. ”

Além das renovações na infraestrutura, o Aeroporto de Brasília busca melhorar também as práticas diárias. Também no ano passado foi iniciada a coleta seletiva de lixo em todo o aeroporto. Além dos funcionários da Inframerica, a separação do lixo também alcança os espaços públicos por onde passam os mais de 50 mil passageiros diários do Aeroporto de Brasília. Mensalmente, foram recicladas em média 18 toneladas de resíduos e destinadas aos centros de reciclagem específicos.

Ainda em 2017, como forma de compensação florestal, a Inframerica iniciou o plantio de 74.340 mudas nativas do Cerrado em áreas pertencentes ao Zoológico de Brasília e no Parque das Aves. O plantio será monitorado por 2 anos e garantirá a recuperação dessas áreas com a formação de um bosque.

A Inframerica perfurou dois poços artesianos com autorização da Adasa e que oferecem água bruta para combate a incêndios, irrigação e sistema de climatização, o que representa a diminuição no consumo de água potável, que deve ser utilizada prioritariamente para o abastecimento humano. Isso representou, em um ano, deixar de consumir 9 milhões de litros de água potável provenientes do sistema de abastecimento da CAESB no período em que o Distrito Federal passava pela crise hídrica.

Para o próximo ano, a Gerência de Meio Ambiente da Inframerica estuda novas tecnologias para geração de energia limpa e com redução de poluentes. Além disso, estão nos planos implementar formas de reuso de água e a diminuição de resíduos gerados e destinados ao aterro sanitário. Dentre as tecnologias estudadas, uma das mais viáveis é a utilização do resíduo gerado pelo Aeroporto de Brasília como combustível para a geração de energia limpa. Além disso, a empresa avalia a viabilidade da implantação de sistema de energia solar para abastecimento de parte do Terminal de Passageiros.

Todos esses esforços estão alinhados com as melhores práticas internacionais e recomendações da Organização de Aviação Civil Internacional. Assim, as medidas adotadas pela Inframerica contribuem para a redução do impacto do setor aéreo brasileiro no meio ambiente e na mudança do clima.

MODERN Logistics amplia plataforma de serviços com mais uma aeronave cargueira

Com a expansão da frota, a MODERN irá abranger mais cidades pelo Brasil e assim levar todos os serviços da cadeia para locais de maior necessidade dos clientes 


A terceira aeronave da MODERN Logistics já está em operação. Com o aumento da capacidade de carga, a empresa fortalece a plataforma logística e abrirá voos regulares de acordo com a demanda da indústria. Além da chegada da aeronave, a MODERN conta hoje com armazéns em importantes polos no Brasil e mais uma gama estratégica de parceiros rodoviários. Todos integrados à inteligência tecnológica, para oferecer visibilidade total dos produtos armazenados e em trânsito.

“O novo integrante da frota entra em operação imediatamente no atendimento customizado aos nossos clientes e reforça a plataforma que criamos para atender o mercado brasileiro com soluções nunca pensadas antes”, disse Gerald Blake Lee, CEO da MODERN. Segundo ele, a companhia surgiu com a intenção de alavancar a expansão da indústria por todo o país, com a oferta de soluções logísticas “tailor made”, capazes não só de atender demandas existentes, mas de inovar nas operações e fomentar novos negócios e novos mercados.

LATAM informa sobre novas exigências do Governo do Chile para viajar para a Ilha de Páscoa



A partir de 1º de agosto, entrarão em vigor as regras que regulam a residência, a permanência e o translado de todos os visitantes na localidade

A partir da próxima quarta-feira, 1º de agosto de 2018, aqueles que viajarem para a Ilha de Páscoa como turistas só poderão permanecer por um período máximo de 30 dias. Além disso, os novos regulamentos estabelecem exigências adicionais que devem ser apresentadas à Polícia de Investigações do Chile (PDI) no momento do embarque.

Viajantes que visitam a Ilha de Páscoa a partir de 1º de agosto devem preencher um Formulário Único de Ingresso (FUI); apresentar a carteira de identidade ou passaporte; a passagem de retorno; e a reserva em alojamento turístico autorizada pelo Serviço Nacional de Turismo (SERNATUR) ou uma carta de convite de uma pessoa pertencente ao povo Rapa Nui ou outra autorizada a residir no território da ilha - que deve ser expedida pelo Governo Provincial da Ilha de Páscoa.

A nova lei também estabelece quem pode permanecer na ilha por mais de 30 dias. São eles: pessoas pertencentes ao povo Rapa Nui e suas famílias, residentes atuais, trabalhadores contratados ou que exerçam uma atividade econômica independente na ilha, funcionários públicos, pesquisadores, autoridades e pré-candidatos e candidatos inscritos no registro eleitoral, de acordo com os regulamentos atuais.

Como único grupo aéreo que opera para a Ilha de Páscoa, a LATAM vem colaborando com o Ministério do Interior e da Segurança Pública do Chile na implementação desta nova lei que, semelhante a outros países, como o Equador em relação à Galápagos, tem como objetivo proteger o patrimônio ecológico e cultural daquele território.

Dadas as novas exigências de viagem, a companhia recomenda aos seus passageiros que cheguem ao aeroporto com três horas de antecedência do horário de partida do voo para cumprir com todos os procedimentos exigidos.

Para mais informações, consulte www.gob.cl/rapanuiprotegida.

Receita Federal de Viracopos abre 3º leilão do ano com 239 lotes

Itens vão desde espadas para colecionador até peças de aeronaves, equipamentos fotográficos e obras de arte



A Receita Federal realizará no dia 10/08/2018 o 3º leilão do ano dos itens apreendidos no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP). Ao todo, são 239 lotes leiloados. O período de recebimento de propostas ocorrerá no período de 30/07 a 09/08/2018, às 21h.

Entre os lotes leiloados estão vestuário, semi jóias, relógios, bicicleta, peças automotivas e industriais, bebidas diversas (vinhos, rum), eletrônicos diversos (smartphone, notebook, óculos 3D, HD, codificadores, equipamentos para CFTV, impressoras dentre outros), câmeras e equipamentos fotográficos e capacetes.

Também se destacam entre os 239 lotes: peças de aeronaves, equipamentos laboratoriais, itens de decoração, utilidades domésticas, ferramentas, tapetes turcos, tecidos, livros diversos, espadas para colecionadores, obras de arte dentre outros.

A Receita Federal de Viracopos ressalta que o leilão é todo eletrônico e poderão participar pessoas físicas e jurídicas. O interessado precisa possuir certificado digital bem como ter Certidão Negativa ou Positiva com Efeitos de Negativa de Débitos Relativos aos Tributos Federais válida na data do leilão e emitida até o dia 09/08/2018.

Os itens a serem leiloados poderão ser visitados entre os dias 30/07 e 08/08/2018, das 9h às 12h e das 13h às 16h no Armazém de Mercadorias Apreendidas localizado no Aeroporto Internacional de Viracopos – acesso pela Portaria 1.

A Receita Federal orienta que, na visitação, não será permitido o acesso de pessoas portando equipamentos eletrônicos e bolsas. Os estacionamentos disponíveis são os localizados dentro das dependências do aeroporto e há cobrança normal por período.


O edital completo (0817700/000003/2018) e a relação de mercadorias serão disponibilizados e podem ser consultados por meio do endereço abaixo a partir da próxima sexta-feira (27/07/2018):

https://idg.receita.fazenda.gov.br/sobre/acoes-e-programas/mercadorias-apreendidas/leilao/leilao-eletronico/copy_of_leilao-eletronico



Lufthansa oferece seis novos destinos turísticos a partir de Frankfurt e Munique

A partir do início do inverno europeu, a Lufthansa passa a oferecer aos clientes seis novos destinos a partir de Frankfurt e Munique, na Alemanha.


A Lufthansa agora voa de Frankfurt e de Munique para Eilat (Ovda), o resort de férias no Mar Vermelho ao sul de Israel. A Lufthansa vai levar os passageiros para este paraíso ensolarado quatro vezes por semana (quintas e domingos a partir de Frankfurt; terças e sábados a partir de Munique).

Começando no inverno europeu, a Lufthansa vai voar para Agadir (Marrocos) toda segunda-feira e sábado a partir de Frankfurt e todo domingo, saindo de Munique. Agadir está situada na costa Atlântica sul do Marrocos, aos pés das montanhas Anti-Atlas. A capital da província de Agadir, Ida-Ou Tanane, é um destino de férias popular com campos de golfe e praias intermináveis.

Já Trieste, a capital da região de Friuli-Venezia Giulia no nordeste da Itália, é considerada uma das capitais literárias da Europa, com variados grupos étnicos e religiosos, ganhou o apelido de “Early Nova York”. A partir deste inverno europeu, os passageiros poderão voar com a Lufthansa para Trieste doze vezes por semana saindo de Frankfurt.

Com o início do inverno de 2018 no Hemisfério Norte, a Lufthansa vai oferecer mais uma vez voos para Thessaloniki (Grécia) a partir de Frankfurt. A cidade é ponto de partida ideal para caminhadas e tours para explorar o norte da Grécia, e é o aeroporto de trânsito para chegar à Chalkidiki, no sudeste.

Edimburgo (Reino Unido) é o novo destino na Europa a partir de Munique. De dezembro em diante, a Lufthansa vai voar para a capital da Escócia às terças e sábados, complementando a rota já existente a partir de Frankfurt. Edimburgo não é apenas uma interessante cidade antiga, mas é também o ponto de partida perfeito para visitar as Highlands.

Munique é também a porta de entrada para outro novo destino, Tromsø (Noruega). A cidade é um importante centro cultural ao norte do Círculo Ártico e é considerada ponto de partida para vivenciar a Aurora Boreal.

Um Airbus A319 vai voar para esta cidade da Noruega às quintas e sábados. A rota também está disponível a partir de Frankfurt.

Topografia limita uso de tecnologia para pouso com mau tempo no Aeroporto Santos Dumont

Um nevoeiro voltou a fechar o Aeroporto Santos Dumont (Rio de Janeiro) na manhã de ontem (23), gerando dezenas de atrasos e cancelamentos, além de desvios para o Aeroporto Internacional do Galeão. O aeródromo é frequentemente afetado por esse tipo de adversidade devido à geografia do local, que não permite a utilização de tecnologia de pouso mais avançada.


O aeroporto carioca é um dos poucos que não operam com o ILS, do inglês Instrument Landing System, que é o sistema mais preciso de orientação vertical e lateral para pousos. “Como o aeródromo está localizado em região de topografia elevada devido aos morros circundantes, não é possível realizar uma aproximação com esse tipo de equipamento”, diz o consultor técnico da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR), Raul Souza. Nesse caso os aviões utilizam o sistema conhecido como RNAV (do inglês Area Navigation), voando por uma rota com pontos de passagem estabelecidos de acordo com o plano de voo, auxiliados por sistemas de navegação por satélite embarcados nas aeronaves. Tal mecanismo não oferece a precisão do ILS, mas garante igualmente a segurança das operações.