Há 3 anos, a Webjet deixava de existir

Pintura inicial da Webjet - Carinhosamente chamada de Ervilha.

Nova pintura da Webjet


Hoje, 23 de novembro, completam exatos 3 anos do fim da Webjet, que em 23 de novembro de 2012 encerrou suas atividades, após ter sido comprada pela Gol.

A Webjet surgiu em julho de 2005, com sede no Rio de Janeiro, operando no conceito "low cost", com voos a partir do aeroporto do Galeão para São Paulo (Guarulhos), Porto Alegre, Brasília e Florianópolis.

No mesmo ano, a empresa solicitou ao Departamento de Aviação Civil (DAC) a suspensão temporária de suas operações devido à baixa ocupação em suas aeronaves, devido a uma guerra tarifária gerada pelas demais cias. aéreas que operam nas mesmas rotas.

Em janeiro de 2006 a empresa foi vendida para uma associação de empresas do ramo de transporte rodoviário, além de investidores estrangeiros.

Em fevereiro de 2006 a empresa voltou a voar, realizando um voo do Rio de Janeiro à Porto Alegre.
Até maio, a empresa operou apenas no segmento de voos fretados (charter).

Em maio de 2006 a empresa voltou a operar regularmente, com voos para Porto Alegre, Salvador e Curitiba.

Em junho de 2007 a empresa foi vendida para a operadora de turismo CVC, que passou a controlar 100% da Webjet.

A partir daí a empresa passou por um enorme crescimento, terminando o ano de 2008 atendendo 13 destinos, com uma frota de 11 Boeings 737-300.
Neste período a empresa mudou a pintura e o interior de suas aeronaves.

Em 2011 a Webjet foi vendida para a Gol, que visava conquistar o segundo lugar no mercado nacional, atrás somente da líder TAM.

Porém, em 2012, dois dias após a aprovação da compra pelo CADE, a Gol encerrou as operações da Webjet.

Em 23 de novembro de 2012, foi feito o anúncio oficial do fim da empresa, que causou a demissão de 850 funcionários.








Nenhum comentário:

Postar um comentário